Dicas de como fazer e vender bijouterias_biju_bjijoux

1 - POR QUE FAZER BIJUTERIAS

SAÍDA CRIATIVA E TERAPIA A arte da bijuteria é uma forma de auto-expressão. Estamos tão amarrados a tecnologia, pelo nosso emprego ou mesmo por atividades de lazer, que necessitamos uma saída criativa para usar as mãos, mente e espírito. Tocando metais, contas e pedras, desenhando peças de arte, permite expressar-nos de maneira única. Qualquer trabalho manual funciona como uma terapia. A mente se concentra no trabalho e a criatividade vai fluindo naturalmente.
RENDA EXTRA A fabricação de bijuterias artesanais requer um investimento pequeno, ocupa um espaço reduzido e pode ser feito somente em algumas horas do dia. Com R$ 300,00 é possível fazer um bom curso e comprar os materiais necessários. É a ocupação ideal para quem quer uma renda extra sem ter que aplicar muito dinheiro ou tempo.
PASSATEMPO DE APOSENTADORIA Várias pessoas aposentadas aprendem algum tipo de artesanato visando manterem-se ocupadas ou mesmo para terem uma renda extra. Nunca é tão cedo ou tão tarde para se envolver na arte da bijuteria. Há sempre novas técnicas á aprender quando se trata de fazer bijuterias.
ENCONTRO SOCIAL Freqüentar aulas, feiras de artesanato, exposições é uma ótima maneira de conhecer pessoas, trocar idéias, experiências e até fazer amigos. Estas são algumas idéias pelas quais nos mantemos envolvidos com a arte da bijuteria
 
2 - IDENTIFICANDO SEU ESTILO
O primeiro passo, quando se inicia na fabricação de bijuterias é identificar seu estilo e determinar o público alvo. O estilo é que vai ditar a linha para a criação de sua coleção. No começo é difícil, mas pense nas peças em que você demonstrou maior habilidade em fabricar. Pesquise as tendências da moda e as cores mais fortes para cada estação. O que as pessoas procuram quando compram bijuterias e acessórios é dar um toque pessoal. Roupas simples como uma camiseta branca e uma calça jeans, podem ficar bem transadas se adornadas com acessórios com design original. Um colar marcante, um brinco especial, uma pulseira charmosa dão um toque especial a qualquer roupa.
 
3 - DE ONDE VEM A INSPIRAÇÃO
Os períodos de inspiração vêm e vão com rapidez. Todo designer, não importa o quão talentoso seja, passa por períodos de falta de inspiração. A seguir, você terá algumas dicas para quando baixar a falta de inspiração. Lembre-se de levar sempre um caderninho e um lápis ou caneta para quando ver algo interessante.
- TELEVISÃO & CINEMA O que está na moda, ou vai virar moda, está nas novelas e filmes. Mesmo que não goste de novelas, assista um capítulo ou outro, para ver o que as atrizes estão usando. Os filmes com as famosas atrizes hollywoodianas também influenciam a moda. Programas de entrevistas, seriados americanos e tantos outros são fontes de inspiração. Para os assinantes de TV’s a cabo ou satélite há vários programas nacionais e estrangeiros especializados em moda. Alguns eventos como o São Paulo Fashion Week são transmitidos ao vivo por esses canais.
- LOJAS & MUSEUS Uma boa olhada nas lojas de bijuterias e joalherias da cidade, principalmente nos shopping centers é uma boa maneira buscar inspiração. Dê uma olhada também nas vitrines das lojas de roupas para saber mais sobre o estilo da estação. Os museus são as maiores fontes de inspiração quando se criar uma coleção temática. Do Egito á era moderna, pode-se buscar inspiração em peças expostas e grandes mostras temáticas.
REVISTAS & JORNAIS As revistas semanais e os cadernos especiais dos jornais sempre trazem matérias sobre moda e tendências. A moda ganhou importância tal no Brasil que até os jornais especializados em economia trazem grandes matérias sobre o assunto. Há várias revistas especializadas em bijuterias, quase todas ensinando passo-a-passo as técnicas. As revistas internacionais nas versões francesa, americana, inglesa, espanhola, italiana, como Marie Claire, Vogue, Elle, Bazaar, Cosmopolitan, Glamour e In Style são fontes de tendências para as próximas temporadas. Não precisa comprar todas. As grandes livrarias deixam exemplares abertos para o cliente folhear. Aproveite, também, para folhear quando estiver no cabeleireiro e em consultórios médicos.
- FESTAS & CASAMENTOS Ótimos lugares para se observar o que se usa. Sempre tem alguém com uma peça diferente.
- INTERNET O mundo está a seus pés, ou melhor, ao seu mouse. Nos sites de busca você pode pesquisar tudo sobre moda e bijuterias. Digite as palavras moda, acessórios de moda ou bijuteria, e um sem fim de sites aparecerão. Vá pesquisando e vendo o que há por aí. Nos sites de busca internacionais pesquise com as palavras fashion, fashion jewelry, bijouterie de fantasie, bijoux, mode, biggioteria, bisuteria e um mundo de designers e lojas chega até você com apenas um "click".
 
4 - COMO E O QUE COMPRAR
Para entrar no fascinante mundo da bijuteria, você precisa se familiarizar com as ferramentas e o material básico utilizado na confecção das peças. É tanta a riqueza de materiais existentes nas lojas especializadas, que você vai ficar fascinada e vai querer comprar de tudo. Marinheira de primeira viagem tenha calma! Cuidado com as vendedoras que estão preparadas para empurrar tudo o que há na loja. É a função delas, mas você tem um orçamento, não é? Como a bijuteria está ligada à moda, um estoque pequeno é o ideal. Adquira as peças conforme a necessidade. Cuidado! Preste muita atenção no que compra, examine bem o material para ver se não há pequenos defeitos. Raramente, as lojas trocam mercadorias. Não se esqueça de que preço muito baixo é sinal de pouca qualidade. Geralmente, as lojas dão um prazo para pagamento na segunda compra. Peça para fazer um cadastro. Várias aceitam cartões de crédito. Com um prazo para pagar, você poderá confeccionar, vender e pagar o material com o lucro. A qualidade dos produtos de metalurgia é muito importante. As peças de metalúrgica são encontradas em diversos banhos como o níquel, ouro e bronze. Galvanoplastia é a fase de banho da peça. A peça é mergulhada numa solução química que produz um revestimento, em sua maioria dourada ou niquelada. Esse trabalho é executado exclusivamente por empresas especializadas. Quando as peças não recebem um banho (ouro ou níquel) de boa qualidade, rapidamente se oxidam, deixando-às escuras. Algumas vezes, quando as moldamos, a casca do banho se desprende deixando a peça com duas cores. É preciso prestar bastante atenção na hora de adquirir os produtos de metalurgia. Uma dica é comparar os preços. Os mais baratos têm um banho inferior.
 
5 - ÁREA DE PRODUÇÃO
Um dos primeiros lugares em que se começa a montar bijuterias é na mesa da cozinha. Não é o local perfeito, mas, ás vezes, é a única opção. Com uma boa iluminação e organização dá para trabalhar. Quando a produção cresce e você não pode mais guardar tudo para usar a mesa na próxima refeição, o ideal é se mudar para um local bem iluminado, num cantinho da casa em que você não seja incomodada. Uma cadeira bem confortável, para uma postura correta, apoiando os braços na mesa e que fique na altura do seu peito. Estas regrinhas são muito importantes para manter sua coluna saudável depois de um dia inteiro de trabalho. Dependendo do tipo de peça que se produz, forre a mesa com feltro, plástico grosso ou toalha, para que as bolinhas não corram. Para colagem de peças use uma folha de isopor, que facilita a fixação das peças, principalmente os brincos de furo. Para corte de materiais como couro, metais e outros materiais duros, use uma placa de zinco (aquela usada em calhas), na qual você pode cortar com estilete e não estragar a mesa.
7 - ARMAZENAGEM DOS MATERIAIs
armazenagem é um ponto importante. A maioria dos designers de bijuterias estão cheios de idéias e escassos de tempo para confeccioná-las. A criatividade flui mais rápido quando vemos todos os tipos de materiais que temos. Nas lojas do tipo "Faça você mesmo" encontrará caixas plásticas tipo gaveteiro, fáceis para acomodar todo o material básico como alfinetes, chapinhas, argolinhas, fechos, etc. Etiquete cada gaveta. Para pérolas, contas, conchas e outros materiais, use vidros de maionese, geléia, café solúvel, potes de achocolatados. O segredo é tirar os rótulos, lavar, enxugar e deixar secar bem, antes de colocar as contas. Outra opção barata são os potes para cremes vendidos em lojas especializadas para confecção de cosméticos. No começo não empate muito dinheiro com este tipo de material. Com o tempo encontrará soluções simples e baratas para armazenar o material utilizado.
Créditos

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Olá! Eu estava meio perdida quando achei seu blog que me ajudou a colocar algumas ideias em pratica. Faço bijuterias a algum tempo, mas onde moro é uma cidade muito pequena, ninguem da valor nesse tipo de coisa, ainda estou meia perdida, mas vou achar meu caminho. Muito obrigada!!!

    Att: Sara Gomes

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Novidades por e-mail

Coloque seu e-mail abaixo e receba os moldes do Blog no seu e-mail,é de graça! Moldes, Paps, dicas pra vc!

*Depois no seu e-mail vc receberá um e-mail para ativar o Feed,basta clicar no link!